“… Parado no jardim, me dizendo como eu sou uma boba, falando, que eu nunca vou achar um homem como você. Você me deixou confusa. Você não deve saber nada sobre mim. Eu poderia arrumar outro como você num minuto. Na verdade, ele estará aqui num minuto, baby. Eu posso ter outro como você para amanhã. Então, você, nem por um segundo, pense que é insubstituível. Então vá em frente e cresça. Ligue para aquela garota e veja se ela está em casa. Ops, eu aposto que você achava que eu não sabia. Porque você acha que eu te mandei pra fora? Porque você foi mentiroso. Andando por ai com o carro que eu comprei pra você. Baby largue as chaves ai … Então, uma vez que eu não sou seu “tudo” que tal eu não ser nada? Nada demais pra você. Eu não vou derramar nenhuma lagrima por você, não vou perder meu sono,porque a verdade é: substituir você é muito fácil.”
— Beyonce   (via rastafa-ri)


“- Raiva, um pouco de raiva.
- Com quem?
- Comigo mesma.
- Por que?
- Sei lá, tô meio cansada.
- Do que?
- De mim mesma.”
Clarice Lispector. (via vonese)


“Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.”
Clarice Lispector. (via escrivador)


“Eu que não fumo, queria um cigarro. Eu que não amo você, envelheci dez anos ou mais nesse último mês. Eu que não bebo, pedi um conhaque pra enfrentar o inverno que entra pela porta que você deixou aberta ao sair.”
Engenheiros do Hawaii. (via promisse)

“Tudo o que era mau atraía-me: gostava de beber, era preguiçoso, não defendia nenhum Deus, nenhuma opinião política, nenhuma ideia, nenhum ideal. Eu estava instalado no vazio, na inexistência, e aceitava isso. Tudo isso fazia de mim uma pessoa desinteressante. Mas eu não queria ser interessante, era muito difícil.”
Charles Bukowski.    (via reinverbos)


THEME